Conheça a importância da ergonomia em tempos de home office
Carreira, Casa, Saúde

Conheça a importância da ergonomia em tempos de home office

Durante a pandemia de Covid-19, trabalhar em casa se tornou uma realidade para muitas pessoas, e, embora estar em casa possa parecer mais confortável neste período, a mobília pode ser um grande problema, causadora de dores e má postura, e que precisa ser regulada para não criar transtornos mais graves no futuro.

Continuar lendo
Padrão
Alimentação pode auxiliar ou piorar ansiedade; veja o que incluir e o que evitar
Saúde

Alimentação pode auxiliar ou piorar ansiedade; veja o que incluir e o que evitar

Com a ansiedade se tornando mais frequente por conta da pandemia de Covid-19, muita gente vê os alimentos mais gordurosos e ricos em açúcar como uma alternativa atrativa para promover momentos de prazer imediato: o problema é que isso pode criar um círculo vicioso. O motivo? A escolha pode colaborar para acentuar ainda mais o quadro de ansiedade, como explica Isadora Kaba, nutricionista do Hospital Edmundo Vasconcelos, em São Paulo.

O excesso de açúcar na alimentação pode gerar alteração do humor e piorar a ansiedade. Além de predispor ao aumento de peso, os doces promovem a desregulação do controle glicêmico e, consequentemente, o aumento da produção de cortisol, o hormônio do estresse

Isadora Kaba, nutricionista

A nutricionista destaca que, por isso, em alguns quadros, é possível que o consumo de alimentos gordurosos e doces colabore para o desenvolvimento de compulsão alimentar, ou seja, o consumo de grande quantidade de alimentos calóricos em um curto intervalo de tempo.

O estilo de vida atual nos expõe a um estado de ansiedade e estresse crônico. Esse cenário pode ser potencializado por uma alimentação não saudável, pela maior ingestão de álcool, privação de sono e falta de atividade física

Alimentação saudável ajuda a diminuir riscos aos transtornos

Na contramão, há alimentos que podem trazer benefícios a quem sofre de ansiedade. Estudo publicado no European Journal of Clinical Nutrition aponta que a adesão a uma dieta saudável – rica em grãos integrais, produtos lácteos com baixo teor de gordura, vegetais e oleaginosas – implica menor chance de distúrbios como a ansiedade, depressão e mal-estar psicológico.

É sempre útil lembrar do conselho que a frase ‘desembale menos, descasque mais’ embute. A deficiência de triptofano, e consequentemente de serotonina, está ligada ao desenvolvimento de doenças como depressão, ansiedade e obesidade. Portanto, quanto mais a alimentação for caseira, com menos produtos industrializados e mais temperos naturais, melhor

Alimentação pode auxiliar ou piorar ansiedade; veja o que incluir e o que evitar
Dieta saudável implica menor chance de distúrbios

O que incluir e o que substituir na dieta

Você deve incluir na rotina:

  • Alimentos fonte de triptofano: feijões, soja, lentilha e grão-de-bico, leite e derivados, como queijos, iogurte e kefir; chocolate amargo, frutas como abacaxi, banana, kiwi; cereais integrais como aveia e quinoa; sementes como chia, linhaça e semente de abóbora; e oleaginosas, como nozes;
  • Alimentos ricos em fibras: frutas, farelos, sementes e grãos integrais, laticínios magros, carne bovina magra, peixes, aves sem pele e ovos, além de fontes de gorduras boas em quantidade moderada, como abacate e azeite extravirgem.

Como substituir o doce:

  • Frutas mais adocicadas, como manga, banana, pera, maçã e abacaxi. Uma dica é acompanha-las com um pouco de canela, raspas de gengibre, limão ou laranja, pois aliviam ainda mais a vontade de alimentos doces; outra dica é misturar uma colher de sobremesa rasa de cacau a uma colher de sobremesa de cacau nibs e uma banana nanica – que pode ser substituída por uma colher de sobremesa de uvas passas.
Padrão
8 dicas de automassagem nos pé para fazer em casa
Atualidades, Dicas

8 dicas de automassagem nos pé para fazer em casa

Quem, depois de um dia cansativo, não gosta de receber uma massagem nos pés? Na falta de alguém para realizar a tarefa, a automassagem é uma solução. A massagem nos pés, por possuir pontos-reflexos, estimula outras áreas do corpo que nos dão mais energia e melhora a circulação sanguínea como um todo, como explica a podóloga Malú Pinheiro.

Os benefícios vão além do bem-estar físico e incluem melhora na circulação sanguínea, diminuição do estresse, relaxamento e alívio de dores. A pressão dos dedos durante a massagem facilita o retorno venoso do sangue para os músculos, que, por sua vez, ajuda a drenar o líquido, diminuindo assim a retenção e o inchaço, ajudando na eliminação de resíduos metabólicos

Malú Pinheiro, podóloga e coordenadora técnica da rede Doctor Feet
8 dicas de automassagem nos pé para fazer em casa
Reflexologia estimula outras áreas do corpo e melhora circulação sanguínea

Para iniciar a rotina de autocuidado, vale a pena ter um óleo ou creme hidratante, para que as mãos e dedos deslizem mais facilmente pela pele, e seguir as orientações.

  • Lave e hidrate os pés;
  • Com o óleo ou creme, faça movimentos de deslizamento por todo o pé;
  • Em seguida, com os polegares, faça movimentos circulares no ‘peito do pé’ (na sola logo abaixo dos dedos) por 3 minutos;
  • Deslize os dedos em movimentos para cima e para baixo em toda sola dos pés por aproximadamente 2 minutos;
  • Dedo por dedo, faça movimentos circulares massageando-os por cerca de 3 minutos;
  • No dorso do pé (parte de cima) faça movimentos circulares para cima e para baixo se estendendo para os tornozelos, por 2 minutos;
  • Finalize rotacionando o pé para direita e depois para a esquerda por 3 minutos;
  • Repita esse procedimento com o outro pé e ao final eleve as pernas para ajudar no retorno venoso.
Padrão
As máscaras de proteção tornaram-se fundamentais no combate à pandemia do novo coronavírus; aprenda a usá-las de forma correta
Saúde

7 erros do uso das máscaras de proteção durante a pandemia

Praticar o distanciamento social e lavar as mãos com frequência são as medidas mais efetivas para prevenir o contágio do Sars-CoV-2, o novo coronavírus, mas o uso de máscaras de proteção também vem provando ser um hábito importante para o combate à pandemia de Covid-19.

As máscaras de proteção são especialmente importantes para prevenir que pessoas infectadas espalhem o vírus, por meio de partículas de saliva ou de secreção expelidas ao tossir ou espirrar. Por isso, o uso de máscaras de proteção é considerado, hoje, não só uma forma de cuidado pessoal, mas um ato de respeito ao próximo.

As máscaras de proteção tornaram-se fundamentais no combate à pandemia do novo coronavírus; aprenda a usá-las de forma correta
Para se proteger, é necessário usar a máscara da forma correta

Para uma proteção eficaz, é essencial que as máscaras sejam usadas corretamente. A rede Extrafarma elenca os 7 erros mais comuns no uso das máscaras e como corrigi-los.

Erro: não higienizar as mãos antes de colocar a máscara de proteção

Nunca toque a máscara de proteção antes de lavar as mãos, ou você corre o risco de contaminá-la antes mesmo de sair de casa. O primeiro passo para um uso seguro é colocar a máscara de proteção somente após essa higienização.

Erro: deixar o nariz descoberto

A máscara de proteção deve proteger bem o nariz e a boca, cobrindo também o queixo. Certifique-se de que o tecido fique bem ajustada ao rosto, sem que fiquem vãos largos nas laterais.

Erro: tocar a máscara de proteção para ajustá-la ao rosto

Evite ao máximo tocar na máscara de proteção. Caso precise arrumá-la, nunca toque a parte de tecido. Manuseie somente as alças para ajustá-la, assim você evita contaminá-la com as mãos.

Erro: achar que o uso da máscara de proteção é suficiente para se proteger

Mesmo com o uso de máscaras de proteção, é fundamental continuar respeitando as medidas de prevenção ao contágio: manter uma distância segura de outras pessoas ao sair de casa e jamais tocar o rosto com as mãos antes de lavá-las.

Erro: usar a máscara de proteção apenas na presença de outras pessoas

Mesmo que não haja outras pessoas por perto, usando a máscara de proteção você evita que possíveis gotículas infectadas contaminem as superfícies com as quais entrou em contato. Lembre-se de que boa parte das pessoas infectadas pelo novo coronavírus não apresentam sintomas. Por isso, ao sair sem máscara de proteção, você pode estar colocando outras pessoas em risco sem saber.

Erro: retirar a máscara de proteção sem cuidado

Assim como deve-se lavar as mãos antes de colocar a máscara de proteção, é muito importante repetir esse processo ao retirá-la. Ao voltar da rua, coloque a máscara de tecido imediatamente para lavar e higienize bem as mãos em seguida. No caso de máscaras descartáveis, faça o descarte adequado no lixo comum.

Erro: achar que o uso dentro de casa não é necessário em nenhuma situação

Em geral, não é preciso usar máscaras de proteção dentro de casa se você estiver em contato apenas com quem mora no mesmo local. Porém, se uma das pessoas apresentar qualquer suspeita de infecção pelo novo coronavírus, o uso por todos os moradores torna-se fundamental. O doente deve manter-se isolado em um cômodo próprio, na medida do possível, e qualquer contato com outras pessoas da casa deve ser feito com ambos protegidos pela máscara.

Padrão
Quer incrementar seu café da manhã? Veja receitas com torradas
Receitas, Saúde

Quer incrementar seu café da manhã? Veja receitas com torradas

Você sabia que o café da manhã é fundamental na rotina, responsável por fornecer energia e disposição para um dia mais produtivo? O motivo é simples: entre a última refeição e a primeira do dia seguinte há um longo período de jejum, então, se torna necessária a ingestão de alimentos ricos em carboidratos, fibras e proteínas.

Há alimentos coringas, que colaboram para a criação de uma rotina alimentar mais equilibrada, por isso, aposte em receitas fáceis com a laranja, rica em vitamina C, e a maçã, que ajuda no controle do colesterol ruim, por exemplo. Outra opção são os laticínios, como queijo branco e ricota, repletos em proteínas e com baixas calorias. As torradas entram no cardápio por serem leves e nutritivas, podendo ser consumidas puras, com margarina ou outros acompanhamentos.

A Vitarella, marca de biscoitos e massas, sugere 3 receitas que levam torradas para incrementar o café da manhã e as demais refeições de toda a família.

Torradas com maçã cremosa

Ingredientes:

  • Creme de confeiteiro;
  • 400 ml de leite;
  • 60 g de farinha de trigo;
  • 125 g de açúcar refinado;
  • 1 colher (sobremesa) de essência de baunilha.

Para a maçã caramelizada:

  • 2 maçãs vermelhas;
  • 2 colheres de açúcar;
  • 1 colher de Margarina NaMesa;
  • Torradas Tradicional Vitarella para servir;
  • Canela a gosto.

Preparo:

  • Bata as gemas com o açúcar em uma batedeira até formar um creme branco. Acrescente a farinha de trigo e, por último, o leite;
  • Coloque em uma panela e leve ao fogo até encorpar, mexendo sempre em fogo baixo. Acrescente a essência de baunilha para finalizar. Deixe esfriar;
  • Corte a maçã em fatias não muito finas. Em uma panela, junte com os outros ingredientes e deixe caramelizar levemente;
  • Arrume nas torradas o creme de confeiteiro e, por cima, as fatias da maçã.

Torradas com pasta de ricota e limão siciliano

Quer incrementar seu café da manhã? Veja receitas com torradas

Ingredientes:

  • 360 g de queijo ricota;
  • 200 g de creme de leite;
  • Raspas de 2 limões sicilianos;
  • Suco de 1 limão;
  • 2 colheres de sopa salsa e cebolinha picada;
  • 150 g de cream cheese;
  • 30 ml de azeite;
  • Sal e pimenta à gosto;
  • Torradas Light Vitarella para servir.

Preparo:

  • Amasse a ricota e misture os outros ingredientes;
  • Coloque em uma travessa quadrada e leve para geladeira;
  • Sirva com torradas.

Torrada com geleia de laranja com gengibre

Quer incrementar seu café da manhã? Veja receitas com torradas

Ingredientes:

  • 10 laranjas;
  • 1 xícara (chá) açúcar;
  • 2 pedaços de canela em pau;
  • 20 g de gengibre fresco cortado em rodelas finas;
  • Suco de meio limão;
  • Torradas Integral Vitarella para servir.

Preparo:

  • Retire a casca de 4 laranjas, sem a parte branca. Corte as cascas em tiras médias, se preferir uma geleia com pedaços de fruta, ou em tiras pequenas, caso prefira bem lisa;
  • Ferva as cascas cortadas na água e repita este processo três vezes. Reserve;
  • Descasque as demais laranjas, mais as que foram descascadas, retirando toda a parte branca. Corte as laranjas em gomos, sobre uma vasilha para não perder o suco. Faça um sachê embrulhando os miolos e caroços das laranjas em uma gase e reserve;
  • Em uma panela, coloque os gomos de laranja, o suco de limão, o açúcar, a canela e o sachê;
  • Cozinhe em fogo baixo, por aproximadamente 2 horas. Na metade do cozimento, acrescente o gengibre e as cascas de laranja fervidas;
  • Armazene em um vidro devidamente esterilizado;
  • Sirva a geleia gelada junto com as torradas.
Padrão
Máscaras da Malwee seguem novo padrão de tripla proteção recomendado pela OMS
Estilo, Negócios, Saúde, Tecnologia

Marca de vestuário é 1ª no Brasil a lançar máscaras e t-shirts antivirais, contra a Covid-19

As mudanças no comportamento do consumidor do varejo de moda causado pela pandemia de Covid-19 já são sentidas pelo marcado de vestuário no Brasil: cresceu a busca por proteção, confirmando uma forte tendência. Explorando essa nova vertente, a Malwee lançou a linha Malwee Protege, com máscaras e camisetas produzidas em tecido com acabamento antiviral, antibacteriano e antifungos, com o uso da tecnologia HeiQ Viroblock NPJ03 desenvolvida pelo CHT Group, aprovada com eficiência em laboratório contra o Sars-CoV-2, o novo coronavírus.

Testes conduzidos pela empresa de inovação têxtil suíça HeiQ em parceria com o Instituto Peter Doherty para Infecção e Imunidade em Melbourne, Austrália, mostraram que o tecido tratado apresentou uma ação antiviral muito rápida.

Essa é uma das primeiras tecnologias têxteis testadas no mundo, com eficácia comprovada em laboratório, contra o Sars-CoV-2. E a Malwee sai na frente no mercado brasileiro lançando primeira linha de peças que emprega a tecnologia com essa proteção para uso no dia a dia

Luiz Thiago de Freitas, gerente industrial têxtil da Malwee

As máscaras da linha são as primeiras com tripla camada de tecido 100% algodão, seguindo os novos padrões recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). As duas primeiras camadas de tecido possuem nota máxima em repelência à água – De acordo com ensaio do padrão AATCC22 -; a primeira protege o usuário de gotículas externas e a segunda camada potencializa a capacidade de filtragem da máscara. E a proteção extra vem com a terceira camada em tecido que possui combinação inovadora de duas tecnologias: a atividade antimicrobiana dos sais de prata e a química lipossomal com efeito antiviral.

Combinadas, as 3 camadas são capazes de destruir, mecanicamente, a parede dos vírus envelopados, incluindo o Sars-CoV-2. Além de efeito antiviral comprovado, a tecnologia tem efeito contra bactérias e fungos. E o melhor: a máscara possui alto grau de respirabilidade, e a tecnologia apresenta a propriedade antiviral mesmo após 30 lavagens, mantendo altos índices de inibição antimicrobiana.

As peças da linha serão vendidas por e-commerce já nesta primeira quinzena de julho de 2020, com preços variando entre R$ 24,99 e R$ 49,99, e 10% do valor das vendas da linha no e-commerce serão doados para instituições que ajudam crianças em situação de insegurança alimentar.

Padrão
Unhas fracas e quebradiças? Veja 10 soluções
Dicas, Estilo, Saúde

Unhas fracas e quebradiças? Veja 10 soluções simples

Ter unhas fortes e saudáveis é o sonho de muita gente, mas, para isso, é preciso tratá-las com muito cuidado. Unhas fracas podem ser sintomas de algumas condições como diabetes, disfunção hormonal, estresse e até problemas de fígado, problemas no pulmão ou problemas no coração. No entanto, é o olhar atento de um profissional habilitado que pode identificar qual o problema e indicar o que fazer quando se tem unhas fracas e quebradiças, como explica a podóloga e coordenadora técnica da rede de serviços de podologia Doctor Feet, Maria Lourdes Pinheiro.

O ideal é cuidar das unhas com profissionais habilitados e, ao perceber que elas continuam quebrando com muita frequência, a dica é procurar um dermatologista

Maria Lourdes Pinheiro, podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet

Mudar alguns hábitos pode ajudar a conquistar unhas saudáveis e fortes. Quer saber como manter unhas fortes e saudáveis? Veja 10 soluções simples:

  • Evite roer as unhas ou levar as mãos à boca, pois a saliva enfraquece a unha e o mau-hábito pode causar infecções causando até a perda da unha;
  • Invista em bases fortalecedoras e nutritivas, que devem ser aplicadas sempre antes do esmalte;
  • Faça as unhas com profissionais semanalmente, mas sem retirar totalmente as cutículas, já que elas ajudam na proteção contra doenças, como a micose, por exemplo;
  • Não utilize produtos com formol, podem causar alergias;
  • Aposte em alimentos ricos em vitamina C – como laranja, limão, mamão, brócolis, manga, pimentão, tomate, etc. -, que fortalecem as unhas, a pele e, de quebra, favorecem o sistema imunológico;
  • Mantenha as mãos e as cutículas sempre hidratadas;
  • Use luvas durante as tarefas domésticas, para proteger as unhas de produtos químicos;
  • Remova o esmalte com produtos específicos e que não contenham acetona, pois o componente causa danos nas unhas e resseca as cutículas;
  • Atente-se aos prazos de validade de produtos como esmaltes, bases e cremes para as mãos; não use se estiverem vencidos;
  • Deixe a unha respirar removendo todo o esmalte, pelo menos, 2 dias antes de uma nova aplicação.
Padrão